- mideshaaaa, táh? irchh

sábado, 20 de agosto de 2011

E tudo mudou ...

Faz meses que não posto ... vou tentar fazer um resumão mais tarde ...
Mas o que realmente mudou ? Sinto que uma parte de mim, que era tão presa no passado... se foi. É um processo doloroso no começo, mas é necessário. As vezes tudo que eu quero é a minha cama ou ir ver a cidade d cima ... mas é aqui na realidade que as coisas acontecem. Algumas mudanças ocorrem de forma brusca, não te dá tempo de pensar e avaliar cada reação ... sinto que ainda me perco nisso. Acredito que tudo o que aconteceu nos últimos meses, trouxe a minha força novamente. É preciso muita coragem para viver suas próprias contradições levemente coerentes. Fui educado para ser um soldado , provavelmente seria se meu padrasto estivesse vivo ... então muitas regras de comportamento e posturas que tenho hoje, são frutos disso -E sou muito grato por isso ! Talvez seja por isso que eu seja um pouco intolerante com falhas comportamentais nos outros . Gosto da disciplina . Saber a hora de ouvir, de ceder , de encontrar a minha falha e corrigi-la ... Ou você é ou não é - não de deve ficar no meio termo . Prefiro ser justo a ser bonzinho . É, tô ficando velho rs

Bom, vou voltar com as colunas de dicas de CD/Livro/Filme * fiquem ligadinhos*

quarta-feira, 30 de março de 2011

Para não viver só ... ( Pour ne Pas Vivre Seul )

Para não viver só
Vivemos como um cão
Vivemos com rosas ... ou com uma cruz

Para não viver só
Inventam-se histórias
Ama-se uma lembrança
Uma sombra, não importa qual ...

Para não viver só
Vive - se pela primavera
E quando a primavera acaba
Se vive pela próxima

Para não viver só
Eu te amo, te espero
Para ter a ilusão
De não viver sozinho ... De não viver sozinho

Para não viver só
Meninas amam meninas
E vê-se por aí meninos
Casarem -se com meninos

Para não viver só
Outros fazem crianças
Crianças que são sós ...
como todas as crianças

Para não viver só
Constroem - se catedrais
Onde todos que são sós
Agarram-se à uma estrela

Para não viver só
Eu te amo, te espero
Para ter a ilusão, de não viver sozinho

Para não viver só
Fazem-se amigos
E reunem-se os amigos
Quando chegam as noites de tédio
Vive -se pelo seu dinheiro
Seus sonhos, seus palácios
Mas nunca se fez ...
Um caixão de dois lugares

Para não viver só
Eu vivo com você
Eu sou só sem você
Você é só comigo ...

Para não viver só
Vive -se como aqueles que querem
Dar - se a si mesmos a ilusão
De não viver só

* Dalida *

Me identifico muito com essa maravilhosa canção ... principalmente nos últimos tempos . Não entendo bem o por q e muito menos o que significa essa coisa ausente que sinto .