- mideshaaaa, táh? irchh

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

ALONTRA !

VEM GENT, CORRE GEMT, CORREEEE !

sábado, 20 de agosto de 2011

E tudo mudou ...

Faz meses que não posto ... vou tentar fazer um resumão mais tarde ...
Mas o que realmente mudou ? Sinto que uma parte de mim, que era tão presa no passado... se foi. É um processo doloroso no começo, mas é necessário. As vezes tudo que eu quero é a minha cama ou ir ver a cidade d cima ... mas é aqui na realidade que as coisas acontecem. Algumas mudanças ocorrem de forma brusca, não te dá tempo de pensar e avaliar cada reação ... sinto que ainda me perco nisso. Acredito que tudo o que aconteceu nos últimos meses, trouxe a minha força novamente. É preciso muita coragem para viver suas próprias contradições levemente coerentes. Fui educado para ser um soldado , provavelmente seria se meu padrasto estivesse vivo ... então muitas regras de comportamento e posturas que tenho hoje, são frutos disso -E sou muito grato por isso ! Talvez seja por isso que eu seja um pouco intolerante com falhas comportamentais nos outros . Gosto da disciplina . Saber a hora de ouvir, de ceder , de encontrar a minha falha e corrigi-la ... Ou você é ou não é - não de deve ficar no meio termo . Prefiro ser justo a ser bonzinho . É, tô ficando velho rs

Bom, vou voltar com as colunas de dicas de CD/Livro/Filme * fiquem ligadinhos*

quarta-feira, 30 de março de 2011

Para não viver só ... ( Pour ne Pas Vivre Seul )

Para não viver só
Vivemos como um cão
Vivemos com rosas ... ou com uma cruz

Para não viver só
Inventam-se histórias
Ama-se uma lembrança
Uma sombra, não importa qual ...

Para não viver só
Vive - se pela primavera
E quando a primavera acaba
Se vive pela próxima

Para não viver só
Eu te amo, te espero
Para ter a ilusão
De não viver sozinho ... De não viver sozinho

Para não viver só
Meninas amam meninas
E vê-se por aí meninos
Casarem -se com meninos

Para não viver só
Outros fazem crianças
Crianças que são sós ...
como todas as crianças

Para não viver só
Constroem - se catedrais
Onde todos que são sós
Agarram-se à uma estrela

Para não viver só
Eu te amo, te espero
Para ter a ilusão, de não viver sozinho

Para não viver só
Fazem-se amigos
E reunem-se os amigos
Quando chegam as noites de tédio
Vive -se pelo seu dinheiro
Seus sonhos, seus palácios
Mas nunca se fez ...
Um caixão de dois lugares

Para não viver só
Eu vivo com você
Eu sou só sem você
Você é só comigo ...

Para não viver só
Vive -se como aqueles que querem
Dar - se a si mesmos a ilusão
De não viver só

* Dalida *

Me identifico muito com essa maravilhosa canção ... principalmente nos últimos tempos . Não entendo bem o por q e muito menos o que significa essa coisa ausente que sinto .

domingo, 3 de outubro de 2010

... ANALítica ?


Não se assuste com a imagem ... todo mundo precisa ter uma noção de Cálculo e Geometria Anal - Q - brincadeirinha ! ( Ou não ... ) Se bem que você pode ser uma anta também e ainda virar deputado, presidente e campeão de reallity show... who cares?

Galere, hoje vou evitar falar muito do que ta acontecendo comigo até por que não tem nada 'mega novo'.Continuo na correria pra ajeitar minha vida (e é foda acertar horarios , planejamentos ... podia ser bem mais simples !) mas tá tudo bem então firmeza. Eu posso ter uns momentos de extrema confusão e exaustão , mas sempre passa . Eu gostaria muito de viajar assim que tudo se acertasse ! É bem provável que eu faça isso mesmo ...
Devido à essa correria necessaria , vou dar uma afastada da vida vitual . Voltarei a postar no final de novembro , pois aí sim terei novidades e mais pensametos para dividir . No final do ano também vai rolar um especial sobre lançamentos musicais de 2010 e também sobre eventos artísticos .
Ainda sobre a arte , tenho lido muita coisa ! Essa carreira que escolhi é bem mais difícil do q pensam e por incrivel que pareça , a sociedade ainda vê a nossa classe com muito preconceito . Muitos amigos me apoiam nessa enquanto outros começam a fazer vários comentários sobre o motivo da minha escolha de profissão. Dia desses uma amiga que eu não via a séculos me encontrou no metrô , perguntou o que eu estava lendo . Respondi que era ' A criação do personagem' pois estava interessado em cursar artes. Eis a resposta : - você tá virando viado? - SIM, OLHA ISSO ! agora vem a parte mais bizarra : ela é lésbica assumida, daquelas que tem um saco imaginário , usa camiseta da Rota do Mar e grita ' DJOW, MANDA MAIS UMA BREJA' quando ta no bar . Em outra ocasião, paquerando , fui questionado com um ' Mas você é diferente das pessoas desse meio? - Que meio? - Atores costumam não se apegar a ma pessoa só . - Respondi que não somos mais promíscuos que a classe dos escritores, médicos , trabalhadores braçais e Caçadores de Facebook ( ganhei hahahaha ). Parece uma triste piada, mas não é. Nossa classe ainda é vista como inimiga da 'moral' . Nos classificam como drogados , promíscuos ( é assim que escreve?) e vagabundos que não passaram no vestibular de direito . Porém,a arte sempre foi uma das mais claras manifestações do homem , isso é uma afirmação antropológica ! Nós , artistas, carregamos a missão de mostrar como é a realidade crua da sociedade. Questionar, permitir que as pessoas pensem por elas mesmas. A igreja e o governo só apoiam a arte quando é conveniente a eles , poderia citar uma lista enorme de exemplos mas citarei o de quando a igreja censurou obras clássicas gregas que retratavam a nudez HUMANA e pouco tempo depois, o Vaticano passou a ornamentar obras de arte caras e cheias de pudores. Seria oxímoro negar que a igreja foi hipócrita . O ator tem que encarar o ofício como algo divino e transformador ... se ele o não faz , é um ator ruim e inexpressivo ( os caça-fama. Tem um ego do tamanho da testa da Rihanna ).
Minha mãe tem demonstrado apoio , embora afirme que teme que eu tenha um contato com ' as drogas ' do meio artístico ( LindsayLohan é a culpada !). Mas Ok, eu tenho a cabeça no lugar.
O que estudantes fazem nas festas de república ? o que a galera faz depois que sai de uma boate? Ta vendo? não precisa ser de uma profissão específica pra gostar de uma boa trepada ao pôr do sol.
Então é isso , aguardem notícias minhas ^^

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Dica de CD : Max Richter - Infra

O britânico Max Richter se supera com seu novo CD ' Infra'. Dono de composições fantásticas, mostra que música instrumental é uma ferramenta valiosa para despertar sensações e sentimentos . Seu primeiro CD foi 'Memoryhouse', alterna graciosamente entre as batidas eletrônicas, o erutido ,o contemporaneo e poesias . ' Infra' possui uma atmosfera de imensidão. São 13 faixas que contém sensibilidade e graça. Todas são abertas a interpretação pessoal , não esqueçam (hoho)Eu posto o que sinto ao ouvir , tá? Vamos lá ... Começa com 'infra 1' , vc tem a sensação de estar em um submarino , consegue ouvir o som do código morse, do radio . A melodia vem aos poucos e um sentimento de ' estar no novo' acaba te envolvendo. ' Journey 1' continua com sons de estática, porém com o som tenso do piano. ' Infra 2' possui aquela maravilhosa combinação de instrumentos clássicos e efeitos ásperos do contemporãneo . ' Infra 3' é executada no piano, de forma ágil e profunda e encerra a parte 1 do album. Em ' Journey 2', a estática quase extraterrestre (auhuhuahuauahua) está presente . ' Infra 4' possui um violino dramático que vai ganhando intensidade durante sua execução . ' Journey 3' e seu som de rádio parece intrigante e marca uma passagem de sonoridade que se concretiza com ' Journey 4' e ' Journey 5' . Essa nova parte do album é talvez a mais profunda e emocionante. ' Infra 5' é performática e extremamente teatral ... consigo imaginar grandes performances com essa melodia ( envolvendo uns 3 metros de seda azul .parei.) 'infra 5' consegue trazer sentimentos ocultos à tona , de forma suave e ao mesmo tempo intensa ( deve ter no youtube, dá uma olhada lá ). Seu final ágil e lúdico se fundem aos sons da estática , abrindo caminho para a calma semi-deprê de ' Infra 6' . ' Infra 7' é tipo a prima dramática de ' Infra 5' e tem menos de dois minutos . 'Infra 8' encerra o album com extrema delicadeza , um sentimento de estar imerso e entregue.
Max é um gênio , não resta dúvidas quanto a isso em seus 5 álbuns. Escute em uma hora bem 'sua' , pegue um chá ...
Como poucos CD'S que prestam chegam no Brasil, ' Infra' está incluído nessa ... infelizmente . O jeito é baixar por torrent ou em alguma comunidade de discografias ou importar .

Max Richter
' Infra' - 2010
Label : Fat Cat
onde encontrar: CDPoint / Livraria Cultura

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Quando tudo muda

Olá amigos, voltei ! Tem um monte de coisas acontecendo ao mesmo tempo e isso atrapalha pra postar uma de cada vez . Vou tentar resumir um pouco e ver no que dá . Como todos sabem, eu adoro sentir coisas novas . Agosto foi um mês muito positivo na minha vida ... tive contato com novas sensações . Laços foram rompidos , travas foram quebradas. Meu retorno à ativa tem sido pacífico e empolgante . Mudei muito desde que vim para o litoral e saber que encontrei respostas, é extremamente confortante . Ver tudo fluindo chega a ser 'novo' e me pego varias vezes como uma criança curiosa que questiona o por q do funcionamento das coisas. 2010 é o ano de gritar com lobos ( já ouviu essa expressão judaica? vou fazer um post sobre isso ) que significa encarar seus medos , seus lobos interiores ( ok, isso foi bem explicativo).
Encontrei pessoas que estavam muito distantes, mas de grande importancia pra mim . Elas deixaram suas assinaturas no meu gesso, vamos dizer assim ( huahuahuaa). Resultou em momentos divertidos e agradaveis , pequenas coisas que fazem toda a diferença .
A mudança mais significativa foi afetiva ... Por causa de pessoas cretinas a gente acaba ficando cético e pessimista. E uma dessas crises de ' I want to be alone' , cheguei a pensar se seria digno de amar e ser amado ... (eu sei o quão dramático isso sooa , tá?). Mas aí ... algo sincero acontece , defesas caem , jogos se tornam ridículos . Vivi uma nova sensação , maravilhosa ! O bem querer , o estar junto , se importar ... fingir que não pode chorar quando aquela pessoa está embarcando. Foi muito estranho rs No dia seguinte , quando acordei na cama do hotel e a moça entregou o cafe eu pensei ' droga, essa bandeja de café da manhã é IMENSA !' . Notei a enorme diferença que foi acordar sem vc (ooooopa, não pode se envolver emocionalmente na hora de postar ! hahaha). O mais curioso é que cada sentimento veio carregado de leveza ... me fez bem ;
Tudo tem se transformado. Os sentimentos de magoa e decepção gerados no ano passado foram transmutados . Me vejo mais aventureiro , curioso , responsavel e amavel ...e isso é mto bom ! Enquanto digito , estou ouvindo ' infra 5' de Max Richter (recomendo e é o próximo album que vou indicar aqui no blog). Enfim ... quero mais tardes de riso com amigos, macchiatos sexies da Starbucks e continuar sonhando alto ^^

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Esses Dias ...


Depois de semanas no silêncio, voltei ! Deu vontade de contar meus avanços , então vamos lá : Eu acabei descobrindo mais coisas sobre mim. São aquela viagens malucas e estranhas que as vezes precisam ser feitas ( Não confunda com badtrip ou algo relacionado a PORGAS,MANO!riariariariaria- parei). Um belo dia eu acordei muito inquieto e por mais que a minha cama estivesse quentinha, eu precisava sair dela ! Muitas respostas, muitas sensações ... uma mescla confusa . Eu parei , respirei fundo e comecei a pensar com calma. Descobri uma coisa muito legal sobre mim : Sou mais simples do que eu pensava. No jeito de ser mesmo ! Eu não vou negar que adoro o poder de passar um cartão naquelas maquininhas simpáticas e coloridas da Cielo, mas não vejo isso como algo constante . Eu olhei meus armários e vi que tinha muita coisa parada à anos ! É como se toda essa bagunça influenciasse a minha atual situação . Eu dei uma arrumada e separei o que poderia doar . Tudo organizadinho ... dei um suspiro. Lembro que desde pequeno eu me acostumei a sentir as coisas de foma intensa e bruta. Sentia que era dono do meu mundo de cores e sons , na minha cabeça .Era um lugar mágico onde eu sempre podia ser autêntico. Eu era uma criança muito ativa no parquinho (pausa, preciso jogar esse chiclete fora ...pronto) Gostava de cantar, atuar nas minhas produções artísticas no fundo do quintal. Eu gostava de atenção... e piorou quando as professoras viram que eu aprendi a ler e escrever muito rápido ( por isso q eu fui orador da turma e fiz 3 trocas de roupa na formatura do pré uahuhauauhua toma essa,Aguilera !)Eu senti a alegria dessa liberdade e um tempo depois, senti olhares de repressão. Não dos meus pais , mas de parentes e colegas que já eram ovelhas domesticadas. É isso que o tempo e a sociedade acaba fazedo com você : rouba sua originalidade para que você não se destaque e não questione esses valores. É uma queda atras de outra : deveres familiares, obrigações religiosas e questões morais ( Ok, algumas coisas estão certas, é complicado sair comendo todo mundo ). Nessa brincadeira toda você perde a vontade de se perguntar : KI CARAIO EU SOU NESSA POHA DI MUNDO? afinal, já ta tudo entregue e escolhido por vc . Te dão as regras mas não te ensinam a como lidar com os SEUS problemas . Temos zilhões de pessoas mimadas , carentes e alienadas ( adoro esse termo , me lembro do professor de filosofia que se negava a comprar um celular novo e andava com um tijolão da Nokia por q dizia que 'não era alienado' hauhuauah). Se tornam adultos frágeis, qualquer coisinha tira a estabilidade emocional deles.
Aí vc pergunta: Tá, mas e daí? qual é a relação entre esse papo de pessoas frágeis e vc se descobrir 'simples' ?
Explico: Minha simpliciade de ser é ter tempo pra olhar a criação das coisas. Ver como o mundo é frágil e como está degradado. Minha simplicidade me alerta quando eu estou acumulando coisas inúteis , inclusive posturas que já não servem pra nada. Ser simples é ter menos pose e mais liberdade criativa e espiritual ( Vocês repararam como tem muita gente blasé e que acha legal ser grosso com as pessoas que os servem?). Eu vejo a simplicidade como a melhor lente de contato já inventada : Se vc pode ver o bem nas coisas e tbm onde estão os erros, pode evitar grandes problemas. Ser simples , rompe qualquer barreira imposta . Você pode rir alto, se destacar , se divertir com coisas bobinhas ( como tomar banho de chuva , comer pastel na feira e rir quando aquele vizinho FDP rola pela ladeira ) enfim , ser simples te torna mais completo.
Será que você tbm não acumulou sentimentos e coisas d mais enfiados em gavetas e caixas? Quando é que você se sente pleno e em paz ? Pode encontrar esse lugar?
Taca TUDO fora e curta a viagem de se conhecer d verdade !